quinta-feira, dezembro 31, 2015

NOVIDADES TITANICFANS DEZEMBRO

NOVIDADES DO TITANICFANS 
EM DEZEMBRO FOI ASSIM 
Um Santo do Titanic - Encontra-se aberta a iniciativa de conseguir a canonização do padre católico que a bordo do Titanic juntou um grupo de pessoas, crentes e não crentes em oração nos momentos finais das suas vidas, Thomas Byles.
Peça do Titanic é Falsa Um designer holandês afirma que a relíquia há muito perdida do Titanic, e que ressurgiu em Espanha no Verão passado é falsa. 
Bíblia do Titanic - Uma Bíblia resgatada do Titanic momentos antes de se afundar em 1912 que pertencia a John Harper, um pastor Baptista escocês, exposta numa biblioteca.
O Natal e o Titanic Aqui ficam algumas histórias "titanicas" de Natal, e aproveitamos este post para desejar a todos um Santo Natal com muito amor e alegria...
Tudo isto e muito mais!
"TO MAKING IT COUNT!" 

quinta-feira, dezembro 24, 2015

O NATAL E O TITANIC

O NATAL E O TITANIC
O Titanic está associado ao Natal de forma inevitável, seja pelo consumismo que se assiste por estes tempos, quer por histórias que se contam sobre aqueles que de alguma forma ficaram marcados com aquele navio. Mas se Titanic no Natal de hoje é consumismo, em tempos foi uma época especial para as pessoas que a ele ficaram ligadas, como é o caso de alguns sobreviventes do Titanic. Aqui ficam algumas histórias "titanicas" de Natal, e aproveitamos este post para desejar a todos um Santo Natal com muito amor e alegria...
A passageira de primeira-classe Margaretta Spedden em 1913, escreveu uma história para oferecer no Natal ao seu filho Robert Douglas. "My Story" (Minha História) era contada através dos olhos do seu urso polar de brinquedo, e descrevia o seu fabrico, a loja onde passou até ser comprado pela família Spedden, a sua viagem pela Europa, a viagem no Titanic em que Douglas Spedden ficava no cimo da entrada para a grande escadaria, e simplesmente largava o seu pequeno urso pelo fosso das escadas, vendo-o cair os cinco conveses abaixo até ao deque E, depois descia rapidamente os cinco andares para ir buscar o seu urso, voltava a subir até ao convés A e repetia a façanha de novo,  o afundamento do Titanic e o resgate das águas (saiba mais em Polar o Urso do Titanic). 
Margaret Brown, a conhecida Molly, teve como último ato de caridade, dar de presente de Natal às crianças pobres de Leadville, Colorado, botas e roupas de lã, mas não sobreviveu para ver o seu sobrinho distribuir os presentes pelas crianças nesse Natal de 1932. Outra história de Natal é a do sobrevivente Jones que era marinheiro de convés no Titanic. Jones tinha 32 anos, o capitão ordenou que ele ficasse com o bote 8, ele presenciou as mulheres se recusando a embarcar, inclusive a Sra e o Sr Strauss. O bote 8 foi descido com ele, três criados de bordo e cerca de 35 mulheres, entre essas mulheres estava a Condessa de Rothes e a sua prima Gladys Cherry. 
Após o afundamento, ambos queriam voltar atrás para resgatar alguém com vida, mas as restantes mulheres se recusaram a fazê-lo. Jones sentiu grande admiração pelo pulso firme com que a Condessa reagiu à situação, incentivando as outras mulheres a remar. De tal forma que um tempo depois ele retirou o número 8 do bote e ofereceu-o à Condessa numa moldura, ela e sua prima por sua vez todos os natais lhe escreveram uma carta (pode saber mais em pormenor em Jones e a Condessa de Rothes). Não era por acaso que esta troca de correspondência acontecia, a Condessa fazia anos no dia de Natal, por isso o seu segundo nome Noël.
Para ela e mais cerca de 15 passageiros do Titanic esta época foi marcante por nascimentos, casamentos e falecimentos.
No dia 24 de Dezembro:
1868 - Nasce Samuel Emest Hemming, estivador do Titanic e sobrevivente.
1870 - Nasce Iisakki Antino Äijö Nirva, passageiro de 3ª classe, falecido no Titanic.
1892 - Nasce John Borland Jr. Thayer passageiro e sobrevivente de primeira classe, filho de John Borland Thayer e Marian Longstreth Thayer em Philadelphia, Pennsylvania, Estados Unidos da América.
1902 - Casam-se os passageiros de terceira-classe Andrew Emslie Johnston e Eliza Watson, na Igreja Persbiteriana Liberdade Unida em Alexandria perto de Glasgow, Escócia, Reino Unido.
1932 - Peter Dennis Daly passageiro de primeira-classe falece de causas naturais em Lima, Peru aos 72 anos.
1934 - Martha Stephenson passageira de primeira-classe morre de ataque de coração / doença em Haverford, Pennsylvania,  Estados Unidos da América aos 74 anos de idade. 
No dia 25 de Dezembro: 
1864 - Nasce o passageiro de segunda-classe Benjamin Hart, falecido no Titanic. 
1869 - Nasce Christopher Head passageiro de primeira-classe, falecido no Titanic. 
1872 - Nasce a passageira de terceira-classe Alfrida Konstantia Brogren Andersson filha de Anna Lovisa Brogren em Kisa, Östergötland, Suécia, faleceu no Titanic. 
1878 - Nasce Lucy Noël Martha, Countess de Rothes filha de Thomas Dyer-Edwardes e Clementina Georgina Lucy Dyer-Edwardes em Kensington, Londres, Inglaterra, Reino Unido. 
1882 - Casa-se Frederick William Blainey Shellard passageiro de terceira-classe com Mary Harriet Greenham, que não estava a bordo do Titanic. Shellard não sobreviveu ao naufrágio. 
1883 - Nasce Albert Harry Copperthwait, fogueiro do Titanic, filho de Arthur Flint Copperthwait e Clara Carter, em Southampton, Hampshire, Inglaterra, Reino Unido. 
1891 - Nasce Christopher William Light, fogueiro do Titanic, filho de James John Light e Annie Emma Nicholas em Southampton, Hampshire, Inglaterra, Reino Unido. 
1895 - Nasce Thamine "Thelma" Thomas passageira de terceira-classe no Libano, faleceu no Titanic. 
1955 - Annie Moore Ward passageira de primeira-classe faleceu com 81 anos. 
1957 - William Loch "Willie" Coutts passageiro de terceira-classe falece em Steubenville, Ohio, Estados Unidos com 55 anos de idade.

domingo, dezembro 20, 2015

BÍBLIA DO TITANIC

BÍBLIA SALVA DO TITANIC DISPONÍVEL EM BIBLIOTECA 
Baroness Paisley disse que o livro favorito de seu falecido marido Ian Paisley era a Bíblia e que a lia todos os anos. Há uma enorme colecção de Bíblias na biblioteca, muitas dos quais contêm as suas anotações pessoais manuscritas e outras contêm as suas notas para os sermões.
Duas das Bíblias mais valiosas na sua colecção ainda não estão na biblioteca, mas serão colocadas em exposição em horários específicos. Uma delas é uma edição da bíblia muito antiga na versão King James, datada de 1611. A outra é uma Bíblia resgatada do Titanic momentos antes de se afundar em 1912. Ela pertencia a John Harper, um pastor Baptista escocês, a quem foi oferecido um lugar num barco salva-vidas para escapar da tragédia que se desenrolava pelo facto de que sua esposa tinha morrido e ele estava acompanhado da sua filha de seis anos de idade. De acordo com os sobreviventes, Harper pregou àqueles que se afogavam à volta dele antes dele próprio ter ido para o fundo. A sua Bíblia sobreviveu e foi dada ao seu irmão, que era um amigo do pai de Ian Paisley, e, assim, a doou para a sua biblioteca.

sexta-feira, dezembro 11, 2015

PEÇA DO TITANIC É FALSA

PEÇA DO TITANIC É FALSA
Um designer holandês afirma que a relíquia há muito perdida do Titanic, e que ressurgiu em Espanha no Verão passado é falsa. Veja a notícia aqui.
Uma placa comemorativa do lançamento do navio, que tinha sido perdida por um século, foi notícia mundial quando um negociante de arte de Granada a ofereceu à Fundação Espanhola do Titanic.
Aparentemente tinha sido herdada do seu avô que, sem saber da sua importância, a tinha comprado de um negociante de arte inglês 12 anos antes.
A placa, da Royal Mail Steamship Union, é actualmente a estrela da exposição Titanic em Granada que estará em turnê pela Europa no próximo ano.
Mas o que David van Dalen de 51 anos, alega caiu como uma bomba, por provar que a placa não é mais do que uma farsa de 1990.
Ele notou uma série de características historicamente incorretas nos diversos tipos de letra utilizados. Pelo menos quatro das fontes utilizadas são conhecidas por terem sido lançadas entre 1915 e 1989. Além disso, várias linhas de texto são compactadas ou alargadas, um efeito só possível de produzir apenas em computador.
"Esta chamada "importante relíquia ressurgida" só prova ser uma mentira, sem qualquer dúvida, sem qualquer valor, e praticamente inútil, feita para parecer antiga por um fabricante desconhecido usando fontes de computador de forma aleatória sem pensar, como uma criança ignorante.", disse Van Dalen.
Enquanto isso, a fotografia iluminada do Titanic colocada na placa é já bem conhecida, tendo sido tirada longe de Southampton, no dia seguinte à suposta cerimonia de entrega da placa.
Van Dalen acrescentou: "Olhar para esta falsa placa do Titanic é como estar a olhar para uma pintura falsa de Picasso. Assim como o desastre do Titanic, as lições devem agora ser aprendidas da maneira mais difícil". O presidente da Fundação Titanic, Jesus Ferriero, disse que a placa vai continuar a figurar na turnê europeia, apesar das conclusões agora chegadas.

sábado, dezembro 05, 2015

UM SANTO DO TITANIC

 PROCESSO DE CANONIZAÇÃO DO PADRE BYLES 
Encontra-se aberta a iniciativa de conseguir a canonização do padre católico que a bordo do Titanic juntou um grupo de pessoas, crentes e não crentes em oração nos momentos finais das suas vidas. Thomas Byles, foi educado em Fleetwood, Lancashire e Oxford, e era reitor da Igreja de St Helen, Chipping Ongar, Essex, há oito anos. Embarcou no navio em Southampton para assistir ao casamento do seu irmão mais novo em New York. Durante a viagem, pediu ao capitão autorização para celebrar a Santa Missa no Domingo, ao que este concordou. Celebrou a missa para os passageiros de segunda e terceira a bordo do navio de forma notável na manhã de domingo da tragédia.
O seu sermão aludia a orações e sacramentos como botes salva-vidas espirituais quando em perigo de naufrágio espiritual perante a tentação. Durante o naufrágio, a tripulação convidou-o a embarcar num bote salva-vidas por duas duas vezes mas ele recusou-se dando lugar a outra pessoa e preferindo permanecer com os passageiros a orar, dando confissões, conciliações e perdões.
Estas suas acções antes de perecer com as restantes 1500 pessoas a bordo do Titanic foram elogiadas pelo Papa da época, Pio X.
Graham Smith, o sacerdote actual de St Helen, considera que "Ele foi um homem extraordinário que deu a sua vida por outros. Precisamos, como se dizia antigamente, elevá-lo ao altar, o que significa que o Vaticano precisa reconhecê-lo como um mártir da igreja.
Vamos esperar e rezar para que ele seja reconhecido como um dos santos dentro do nosso cânone. Esperamos que as pessoas ao redor do mundo orem a ele, se estiverem em necessidade e, se ocorrer um milagre, então a beatificação e canonização, poderão avançar."
Para alguém ser canonizado (tornar-se santo) pelo menos dois milagres devem ser atribuídos à intercessão do candidato.
Para que tal seja aceite pela Santa Sé como milagre, o acontecimento terá que ser certificado pelos médicos da Igreja como não tendo nenhuma explicação cientifica. 

segunda-feira, novembro 30, 2015

NOVIDADES TITANICFANS NOVEMBRO

NOVIDADES DO TITANICFANS 
EM NOVEMBRO FOI ASSIM 
Titanic Momentos - Um pedido especial de um amigo precisando de ajuda.
Foto Desconhecida do RMS Olympic Quando em 2012 todos aguardavam com expectativa o centenário do naufrágio do Titanic, esperávamos descobertas fantásticas, de factos novos e até mesmo fotos desconhecidas. Mas parece que 2014 e 2015 é que foram anos mais ricos em descobertas de fotografias esquecidas e totalmente desconhecidas do público. 
O Naufrágio do Britannic Terça-feira, 21 de Novembro de 1916. O Britannic estava navegando pelo Canal de Kea no mar Egeu, em plena Primeira Guerra Mundial. Perto das 8:00 da manhã, uma tremenda explosão golpeou o Britannic, adornou e começou afundar muito depressa pela proa. 

Tudo isto e muito mais!
"TO MAKING IT COUNT!" 

sábado, novembro 21, 2015

O NAUFRÁGIO DO BRITANNIC

O NAUFRÁGIO DO BRITANNIC 
O Britannic partiu de Southampton num domingo, dia 12 de Novembro de 1916. Ele não levava nenhum "passageiro". No dia 17 de novembro de 1916, chegou a Nápoles, para abastecer e partir no sábado, mas uma tempestade feroz atrasou a sua partida.
Terça-feira, 21 de Novembro de 1916. O Britannic estava navegando pelo Canal de Kea no mar Egeu, em plena Primeira Guerra Mundial. Perto das 8:00 da manhã, uma tremenda explosão golpeou o Britannic, adornou e começou afundar muito depressa pela proa. O Capitão Bartlett experimentou encalhar o Britannic na Ilha de Kea, mas não teve sucesso. Em 55 minutos, o maior transatlântico da Inglaterra, com apenas 351 dias de vida, afundou. A explosão ocorreu aparentemente entre a 2ª e a 3ª antepara a prova de água e a antepara 2 e 1 também foram danificadas. Ao mesmo tempo, começou a fazer água na sala de caldeiras 5 e 6. Este era asperamente o mesmo dano que levou seu irmão, o Titanic, a afundar.
Infelizmente 30 pessoas morreram na ocasião. A maioria destas mortes ocorreu quando os hélices emergiram das águas e sugou alguns barcos salva-vidas. Os motores ainda estavam em funcionamento, pois na correria de tentar encalhar o navio, esqueceram de parar os motores.
O Britannic está tombado de lado a apenas 350 pés (107m) de profundidade. Tão raso que a proa bateu no fundo antes dele afundar totalmente, e devido ao imenso peso do navio a proa se retorceu toda. Ele foi descoberto em 1976 em uma Exploração dirigida pelo oceanógrafo Jacques Cousteau.
É fácil distinguir o Britannic de seus irmãos, devido aos gigantescos turcos de barco salva-vidas, e também porque a maioria das fotografias suas mostram ele todo pintado de branco com uma faixa verde pintada no casco de proa a popa, separada apenas por 3 grandes cruzes vermelhas de cada lado, designando-o como um navio hospital. O HMHS Britannic nunca chegou a receber um centavo para transportar um passageiro.
O Britannic é hoje o maior transatlântico naufragado.
Mortos no naufrágio do HMHS Britannic: Arthur Binks / Arthur Dennis / Charles C. S. Garland / Charles J. D. Phillips / Frank Joseph Earley / G. Philps / George De Lara Honeycott / George James Bostock / George Sherrin / George William Godwin / George William King / Henry Freebury / Henry James Toogood / James Patrick Rice / John Cropper / John George McFeat / Joseph Brown / Leonard George / Leonard Smith / Percival W. E. White / Pownall Gillespie / Robert Charles Babey / Thomas A. Crawford / Thomas Francis Tully / Thomas Jones / Thomas Taylor McDonald / Walter Jenkins / William Sharpe / William Smith / William Stone.

domingo, novembro 15, 2015

FOTO DESCONHECIDA DO RMS OLYMPIC

FOTO DO OLYMPIC EM NEW YORK 
Quando em 2012 todos aguardavam com expectativa o centenário do naufrágio do Titanic, esperávamos descobertas fantásticas, de factos novos e até mesmo fotos desconhecidas. Mas parece que 2014 e 2015 é que foram anos mais ricos em descobertas de fotografias esquecidas e totalmente desconhecidas do público. Esta que aqui apresentamos encontra-se no Museu da Cidade de Nova Iorque e é do RMS Olympic em 1913 fazendo marcha à ré no porto da White Star Line em Nova Iorque.
No final do cais, podemos ver um grupo de inspectores da doca, em que um deles levanta uma bandeira de sinais. Possivelmente para comunicar com a ponte da popa do navio a fim de evitar qualquer contratempo com outros navios nas proximidades. 
As primeiras fotografias novas sobre o Titanic depois de muito tempo sem novidades surgiram em 2013, quando se encontrou uma tirada por um rapaz no dia da partida do Titanic, podem ver aqui
Seis meses depois, era revelada uma fotografia depois do naufrágio, com os corpos amontoados e um serviço religioso a bordo do navio de resgate de corpos Mackay Bennett, para lerem aqui. Depois foi a vez de em 2014, Maio, se encontrar uma fotografia das ruas de Londres onde um pormenor datou a foto: a capa de um jornal exposto numa loja com a notícia do naufrágio. Podem ver aqui
Em Setembro surge uma imagem captada em Queenstown tirada por Thomas Barker no navio America que transportou os passageiros para o navio. Barker ia encontrar-se com outro amigo aficionado por fotografia, o padre Browne que até recentemente detinha o autor das últimas fotografias conhecidas do Titanic.
Mas os melhores momentos estavam reservados para Outubro desse ano, apresentada como a maior descoberta dos últimos anos, um álbum com 116 fotografias de época, mostravam o Titanic no seu lançamento, as provas de mar e a vida a bordo no Olympic. Podem consultar em pormenor aqui. No passado mês de Outubro novas fotografias totalmente inesperadas vieram a público. Um conjunto de quatro diapositivos em placa de cristal foram a leilão, onde se podia ver a prancha de lançamento em grande detalhe. Foram tiradas por um homem de negócios de Belfast e conservadas pela sua familia até hoje. 
Junto com elas incluia-se uma foto totalmente inédita do Olympic. Além destas novas fotografias extremamente raras, outras foram adicionadas ao leilão, como as da recuperação do bote desmontável A, um mês depois do naufrágio a 13 de Maio de 1912. O bote foi encontrado a 400 kilómetros a sul do naufrágio pelo RMS Oceanic e tinha ainda 3 cadáveres dentro que tinham sido deixados para trás. Note-se que o bote está meio inundado tal como foi explicado pelos sobreviventes que nele escaparam. O Titanic há mais de cem anos que fascina as pessoas, e quando já pensamos que conhecemos tudo o que havia a conhecer a seu respeito, novas imagens vêm ao de cima para continuar a preencher o nosso imaginário com aquele  que um dia foi chamado de navio dos sonhos.





domingo, novembro 08, 2015

TITANIC MOMENTOS

PEDIDO DE AJUDA DO ADMINISTRADOR 
DO TITANIC MOMENTOS
Quando o TitanicFans nasceu em 2005, e deparei-me com o crescimento repentino e rápido que iria ter, sobretudo nas visitas vindas do Brasil, percebi que iria precisar da ajuda e colaboração externa. Tinha dois amigos na época, que permanecem até hoje os laços de amizade, duas figuras de peso no assunto Titanic: Diego Pellegrino, dono de um site do Titanic (entretanto já extinto), e José Alencar, o maior coleccionador e conhecedor do Titanic do Brasil. Sabia que poderia contar com a colaboração deles para fazer este blogue crescer e eles mesmos poderem também um dia ter o seu próprio caminho com esta experiência. E assim foi, pouco tempo depois José Alencar lançou o Titanic Momentos, blogue de muito sucesso no Brasil, e que trouxe grande reconhecimento ao seu administrador. Mantivemos a amizade e a parceria, e nunca vou esquecer e agradecer ao Alencar o facto de também ele ter ajudado o meu patrimonio do Titanic ter crescido. Neste momento, como pode acontecer na vida de qualquer um, José Alencar, atravessa um período de grandes dificuldades financeiras, ao ponto tal de infelizmente ter que se desfazer do seu patrimonio do Titanic colocando à venda alguns objectos e itens de grande valor para coleccionadores. Infelizmente, acompanhei deste lado do Atlântico ao longo destes anos o início deste período menos bom da sua vida até aos dias de hoje. E percebo que, chegar ao ponto de ter que se desfazer de bens queridos para poder pagar as contas e colocar comida na mesa, deve ser das decisões mais sensíveis de se tomar. Neste sentido, o TitanicFans divulga aqui aos fãs do Titanic no Brasil e a pedido do Alencar, o anúncio colocado no TitanicMomentos sobre a venda de itens do Titanic a quem esteja interessado em adquirir alguma coisa do seu acervo. Este é o link do post Venda Total do meu Acervo Titanic onde podem ler a mensagem de ajuda do próprio e verificar alguns dos itens postos já para venda, sendo que mais serão disponibilizados em breve. Caso queiram ter uma noção do acervo do Alencar em 2006 fiz um post com todo o seu acervo nessa época que podem ver aqui. Contamos com a colaboração dos fãs do Brasil na certeza que melhores dias estão por chegar. Desde já o nosso obrigado. 

sábado, outubro 31, 2015

NOVIDADES TITANICFANS OUTUBRO

NOVIDADES DO TITANICFANS 
EM OUTUBRO FOI ASSIM 
Menu Rende US$ 88 Mil - O cardápio foi salvo por Abraham Lincoln Salomon um passageiro da primeira classe, que escapou no chamado "barco do dinheiro" que foi preenchido com pessoas ricas, e foi colocado à venda por uma pessoa não identificada que recebeu o item de um descendente do sobrevivente.
Biscoito Sobrevivente do Titanic O biscoito da Spillers & Bakers Pilot - um tipo de biscoito feito de farinha e água - sobreviveu ao naufrágio do Titanic, em 1912, em que cerca de 1.500 pessoas morreram. 
Foto do Icebergue em Leilão A foto foi tirada no dia após o desastre que causou a morte de cerca de 1.500 pessoas. Mas a pessoa que tirou a foto não tinha ideia da tra gédia que se desenrolara apenas algumas horas antes.
O Icebergue Inocente - Leiloou-se uma fotografia como sendo do suposto icebergue que afundou o Titanic. Mas será mesmo assim? 

Tudo isto e muito mais!
"TO MAKING IT COUNT!" 

sábado, outubro 24, 2015

O ICEBERGUE INOCENTE

O VERDADEIRO CULPADO 
No dia de hoje, leiloa-se a fotografia acima como sendo do suposto icebergue que afundou o Titanic. Mas será mesmo assim? 
Como falado no post anterior, a fotografia é mencionada como tendo sido tirada a bordo do Prinz Adalbert no dia do naufrágio do Titanic. 
Icebergue de 12 de Abril 
O navio Prinz Adalbert passou um pouco mais a norte do local do acidente, e, segundo o diário de bordo, tal aconteceu já no dia 16 de Abril de 1912, cerca de 33 horas depois do acidente. As correntes que levaram o icebergue em rota de colisão com o Titanic seguiam para sul. Pelo que, se este icebergue estava a norte do local do Titanic segundo os registos do Prinz Adalbert, e as correntes seguiam para sul, então 33 horas depois do acidente a montanha de gelo que todos procurariam estaria bem longe do local onde foi tirada a foto. A questão de marcas vermelhas de tinta no icebergue pode ser explicada por algas presas ao gelo, além de que, na data em que a fotografia foi tirada, já todos os navios da região e até mesmo Nova Iorque e Southampton sabiam do ocorrido. A ideia de fazer um documento a explicar que não sabiam do Titanic e assinada por mais três tripulantes, passa a sensação de se querer atestar a sua veracidade.  
O icebergue é muito diferente do da foto tirada dias antes do acidente em 12 de Abril de 1912 pelo capitão do navio a vapor S.S. Etonian, W. F. Wood, e que também foi leiloada em 2012. Na descrição do leilão na época, o site RRAuction se refere à fotografia como “assustadoramente semelhante” aos esboços de Frederick Fleet, o vigia do Titanic que viu o icebergue, e de Joseph Scarrott, um marinheiro do Titanic que também viu a montanha de gelo passar de raspão nessa noite. Esses desenhos estão reproduzidos nas páginas 140 e 141 do livro ‘Titanic: Triumph and Tragedy’.
Analisando as fotografias e os desenhos, percebemos que diferem das fotos aclamadas como sendo do icebergue que causou a morte de 1500 pessoas, os desenhos são mais parecidos com o icebergue de uma outra foto de um suposto culpado e que terá servido de base para o icebergue do filme Titanic de James Cameron. A foto foi tirada a bordo do navio Bremen, pelo passageiro Stephan Rehorek, 5 dias depois do naufrágio, também próximo ao local do acidente. Não deixa de ser incrível a semelhança com o desenho de Scarrott que no inquérito feito pelo Senado na Grã-Bretanha, referiu-se ao icebergue como sendo muito parecido ao monte do Estreito de Gibraltar. 
Mr. Butler Aspinall: " What was the shape of this iceberg?" 
Scarrott: " Well, it struck me at the time that it resembled the Rock of Gibraltar looking at it from Europa Point. It looked very much the same shape as that, only much smaller."

sábado, outubro 17, 2015

FOTO DO ICEBERGUE EM LEILÃO

FOTOGRAFIA DO SUPOSTO ICEBERGUE SERÁ VENDIDA 
A foto foi tirada no dia após o desastre que causou a morte de cerca de 1.500 pessoas.
Mas a pessoa que tirou a foto não tinha ideia da tragédia que se desenrolara apenas algumas horas antes. A pessoa que tirou a foto era chefe comissário do navio Prinz Adalbert que passou por este icebergue. Mais tarde, ele descreveu ter visto restos de tinta vermelha no lado do icebergue.
A fotografia será vendida pela já conhecida leiloeira Henry Aldridge & Son ao lado de um documento inédito escrito pelo comissário chefe do navio Prinz Adalbert, Mr M. Linoenewald.
"No dia depois do naufrágio do Titanic, o navio Prinz Adalbert passa pelo icebergue mostrado nesta fotografia", lê-se. "O desastre do Titanic ainda não era conhecido por nós. De um lado uma tinta vermelha era claramente visível, dando a ideia de ter sido originada por um raspão de uma embarcação no icebergue. SS Prinz Adalbert Hamburg America Line." O documento é assinado pelo então comissário chefe e outros três tripulantes. O leiloeiro Andrew Aldridge disse: "A fotografia foi adquirida não muito tempo depois do naufrágio do Titanic pelo Burlingham, Montgomery & Beecher, o escritório de advogados dos proprietários do Titanic, a White Star Line. Esta fotografia, foi considerada pelas gerações seguintes de advogados do escritório Burlingham como a foto do "Icebergue do Titanic" e ficou pendurada nas paredes da empresa de 1913 até ao encerramento das suas portas em 2002.
Agora foi colocada à venda em nome dos quatro advogados que ainda eram sócios da empresa no momento do seu encerramento."
Esta fotografia já tinha sido incluída em 1955 no livro de Walter Lord "A Night to Remember" como sendo o icebergue com maior probabilidade de ser o responsável pelo naufrágio. Lord também deixa uma nota impressionante sobre a mesma: "O vice-presidente da White Star Line, Phillipe Franklin ficou tão impressionado que sempre se negou a ver a fotografia."
A relíquia será leiloada em Devizes, Wiltshire em 24 de Outubro e é estimado que renda entre £ 10.000 a £ 15.000. 
Contudo existem sérias dúvidas deste ser o icebergue culpado do acidente e que apresentarei no próximo post.

quinta-feira, outubro 08, 2015

BISCOITO SOBREVIVENTE DO TITANIC

BISCOITO DO TITANIC É O MAIS VALIOSO DO MUNDO 
Aquele que pode vir a ser o biscoito mais caro do mundo, que sobreviveu ao naufrágio do Titanic há mais de um século atrás, será vendido em leilão.
O biscoito da Spillers & Bakers Pilot - um tipo de biscoito feito de farinha e água - sobreviveu ao naufrágio do Titanic, em 1912, em que cerca de 1.500 pessoas morreram. Este biscoito fazia parte de um kit de sobrevivência existente dentro de um dos botes salva-vidas do transatlântico e foi preservado como lembrança.
O biscoito está entre uma série de itens que irão a leilão pela leiloeira Henry Aldridge & Son em Devizes, Wiltshire, Inglaterra, no dia 24 de Outubro e estima-se alcançar uma quantia entre £ 8.000 e £ 10.000. 
A relíquia foi mantida por James Fenwick, um passageiro a bordo do RMS Carpathia, que foi em auxílio dos sobreviventes do navio. Ele colocou o biscoito num envelope de fotografias Kodak com uma nota original, que dizia: "Biscoito Pilot do barco salva-vidas do Titanic de Abril de 1912."
"É o biscoito mais valioso do mundo", disse o leiloeiro, Andrew Aldridge. "Nós não sabemos de qual embarcação salva-vidas o biscuit vem, mas não existem quaisquer outros biscoitos salvos do Titanic, que haja conhecimento. É incrível que este biscoito tenha sobrevivido a um evento tão dramático. Em termos de precedência, há alguns anos, um biscoito de uma das expedições de Shackleton foi vendido por cerca de £ 3.000 e há um biscoito do Lusitania num museu na República da Irlanda."
Aldridge disse: "Sendo assim, temos que colocar uma estimativa entre as £ 8.000 e as £ 10.000, o que torna no biscoito mais valioso do mundo."
O biscoito será vendido juntamente com o arquivo de Fenwick - uma história fotográfica única do resgate dos sobreviventes do Titanic. Fenwick e sua mulher recém-casada, Mabel, tinham embarcado numa viagem de lua de mel de três meses com destino à Europa e chegaram a Nova York em 11 de Abril de 1912, sem saberem que quatro dias depois, o Carpathia seria o salvador de mais de 700 sobreviventes do Titanic. Na foto podemos ver o casal Fenwick e Mabel mais à direita.
A colecção encontra-se a ser vendida pelos descendentes directos de Fenwicks e os negativos fotográficos incluídos oferecem um instantâneo único do resgate, mostrando os primeiros avistamentos dos barcos salva-vidas, os sobreviventes no Carpathia, a sua chegada a Nova York, e até mesmo o RMS Californian a chegar ao local do resgate.
A fotografia do RMS Californian foi descrita como "uma das fotos mais dramáticas da história marítima". A história do Californian é uma das mais controversas na tragédia do Titanic dado que o capitão foi culpado por não ter reagido mais rapidamente ao desastre.
Também será leiloado como parte da colecção um relato inédito do resgate dos sobreviventes, escrito por Fenwick.
O registo para 15 de Abril, poucas horas após o Titanic afundar, afirma: "05:00. Despertei ao ouvir a voz de um homem a dizer que o Titanic tinha ido ao fundo. Estamos resgatando passageiros e estamos rodeados por icebergues. É hora de levantar e agir. Indo pelo convés encontramos botes ao nosso lado, lotados com os resgatados, além de outros botes vindos de todos os lados, mais além e por todos os lados à nossa volta ... estavam os "icebergs".
O registo de Fenwick prossegue com detalhes de outros eventos importantes, incluindo a chegada do Carpathia, em Nova York e o desembarque dos sobreviventes do Titanic.
Aldridge acrescentou: "O arquivo de Fenwick é sem dúvida o arquivo fotográfico de negativos definitivo relacionados com o resgate dos passageiros e tripulação sobreviventes do Titanic. A câmera que o casal se fazia transportar foi capaz de narrar os acontecimentos importantes que se seguiram e fornecem um registo único do seu desenrolar. "
Notícia em The Guardian

sábado, outubro 03, 2015

MENU RENDE US$ 88 MIL

MENU FOI A LEILÃO 
O cardápio foi salvo por Abraham Lincoln Salomon um passageiro da primeira classe, que escapou no chamado "barco do dinheiro" que foi preenchido com pessoas ricas, e foi colocado à venda por uma pessoa não identificada que recebeu o item de um descendente do sobrevivente. O menu foi arrematado na quarta-feira última por um colecionador, disse a casa de leilões Lion Heart Autographs, por US$ 88 mil num leilão online. O preço ficou acima das estimativas já que no início de Setembro quando publicamos o anúncio do leilão esperava-se uma receita entre os 50 e os 70 mil.
Estampado com a data de 14 de Abril de 1912 e o logo da companhia White Star, o menu inclui pedaços de cordeiro e empadão; carne moída; batatas em puré e fritas; um buffet de peixes, presuntos e carnes; um pastel de maçã com merengue e uma seleção de oito queijos diferentes.
Acredita-se que seja um dos únicos três ou quatro cardápios conhecidos do último almoço a bordo do Titanic. 

quarta-feira, setembro 30, 2015

NOVIDADES TITANICFANS SETEMBRO

NOVIDADES DO TITANICFANS 
EM SETEMBRO FOI ASSIM 
30 Anos Descoberta do Titanic - 1 de Setembro de 1985: O TITANIC foi descoberto por Jean-Louis Michel e Robert Ballard. A equipe de Ballard detectou o primeiro sinal dos destroços do Titanic à 1h da manhã desse dia.
Menu em Leilão - O menu salvo por um passageiro que subiu a bordo do chamado "Bote do Dinheiro" antes do transatlântico se afundar, será vendido pela Lion Heart Autographs, uma leiloeira on-line de New York.
Privacidade e Luxo - Para defendê-los de popularidade pouco gratificante, os personagens de maiores posses ficavam em suítes grandes onde podiam se resguardar de intromissões inoportunas. 
Uma Carta Indignada II - Veio à tona uma nova carta, desta vez do seu marido, Sir Cosmo-Duff Gordon, o aristocrata acusado de ter pago para o seu bote não voltar atrás e recolher mais pessoas do Titanic.
HMT Olympic 100 anos - Celebra-se um século neste dia em que o Olympic começava o seu serviço como transporte de tropas na Primeira Guerra Mundial, com o nome de HMT Olympic T2810. 

Tudo isto e muito mais!
"TO MAKING IT COUNT!" 

quinta-feira, setembro 24, 2015

HMT OLYMPIC

HMT OLYMPIC 100 ANOS 
Celebra-se um século neste dia em que o Olympic começava o seu serviço como transporte de tropas na Primeira Guerra Mundial, com o nome de HMT Olympic T2810. Nesta sua primeira viagem, navegou de Inglaterra até ao Mediterrâneo com 6000 soldados. Durante a viagem, resgatou alguns marinheiros franceses, náufragos do vapor Provincia que tinha sido torpedeado. O então HMT Olympic regressou a Liverpool no dia 31 de Outubro. Abaixo uma relação dos ataques que ocorreram contra o HMT Olympic durante a Primeira Grande Guerra Mundial. O HMT Olympic participou ativamente entre Setembro de 1915 a Julho de 1919.
Novembro de 1915
Perseguido por um submarino alemão ao largo de Cape Matapan, Grécia.
Janeiro de 1916
Um submarino disparou dois torpedos contra o HMT Olympic, sem atingi-lo.
Fevereiro de 1916
Foi atacado por aviões inimigos, mas sobreviveu ileso ao confronto.
06 de Maio de 1918
Localizado por um submarino alemão UB-72, mas devido a grande distância não houve confronto.
12 de Maio de 1918
Localizado novamente e atacado por um submarino alemão UB-103. O HMT Olympic conseguiu evitar o torpedo, rapidamente virou e abalroou o submarino, que afundou logo em seguida. Foi o único navio mercante a afundar um verdadeiro navio de guerra ( submarino ) durante a Primeira Guerra Mundial. O HMT Olympic voltou para Southampton com pelo menos duas chapas de proa torcida para o lado, mas não rompida.
Em Agosto de 1919 o HMT Olympic voltou para Belfast para restauração para o uso no serviço comercial. Seu interior foi modernizado e suas caldeiras foram convertidas de queima de carvão para petróleo. O petróleo apesar de ser mais caro do que o carvão na época reduziu o tempo de reabastecimento de dias para horas e permitiu que o pessoal da sala de máquinas fosse reduzido de 350 para 60 pessoas. Durante os trabalhos de conversão na doca seca um dente com 45,72 cm de espessura com uma rachadura de 15,24 cm foi encontrado no centro do casco, 14 metros abaixo de sua linha d'água (linha de flutuação), mais tarde foi celebrado por ter sido causado por um torpedo que não conseguiu detonar.

domingo, setembro 20, 2015

UMA CARTA INDIGNADA II

CARTA DE INDIGNAÇÃO DE COSMO DUFF GORDON 
No início de 2015, foi a leilão uma carta de Lady Lucille-Duff Gordon escrita um mês depois do naufrágio, muito indignada com o tratamento que ela e o seu marido tiveram em Inglaterra por terem sobrevivido. Leia aqui
Agora veio à tona uma nova carta, desta vez do seu marido, Sir Cosmo-Duff Gordon, o aristocrata acusado de ter pago para o seu bote não voltar atrás e recolher mais pessoas do Titanic.
A carta vai ser leiloada em Nova Iorque no final do mês, refere o Telegraph. A mensagem, escrita à mão pela secretária de Duff-Gordon, Mabel Francatelli, deverá atingir os 5.468,22 euros.
A carta, escrita por Francatelli, tinha como remetente outro passageiro, o norte-americano Abraham Lincoln Salomon, e foi escrita depois de Duff-Gordon ter sido interrogado pela Scotland Yard, em Londres. “Esperamos que já tenha recuperado daquela experiência horrível. Temo que ainda estejamos muito enervados, uma vez que tivemos de passar por tantas complicações e ansiedades durante o interrogatório que nos foi feito injustamente assim que chegamos a Londres”, refere a mensagem.
Sir Cosmo Duff-Gordon, a sua mulher, Lady Lucy, e a sua secretária foram três dos cerca de 700 passageiros que sobreviveram ao naufrágio do Titanic. Os três estavam entre os 12 passageiros que embarcaram no bote salva-vidas nº 1, com capacidade para 40 pessoas, e foram os únicos a ser interrogados pela Scotland Yard.
Depois de terem chegado a Londres, Duff-Gordon e a família foram acusados de terem pago para passar à frente de crianças e mulheres, que tinha prioridade no acesso aos botes salva-vidas. Durante o interrogatório realizado pela polícia inglesa, o aristocrata admitiu ter pago a tripulação. O escândalo foi tal que, de acordo com o Telegraph, Duff-Gordon nunca mais saiu de casa.
Apesar do incidente envolvendo Duff-Gordon, ao contrário do que geralmente se pensa, os passageiros mais abastados não tiveram acesso privilegiado aos botes salva-vidas. Cerca de 25 minutos depois de o Titanic ter embatido contra o icebergue, o comandante, Edward Smith, ordenou que os barcos de salvamento fossem disponibilizados. No seguimento desta ordem, Smith deu ordens para que as crianças e mulheres tivessem prioridade no acesso aos botes.
A ordem foi seguida demasiado à risca pela tripulação, que chegou mesmo a impedir a entrada de alguns homens nos barcos, apesar de ainda existirem lugares vagos. O naufrágio do Titanic provocou a morte de cerca de 1500 pessoas. Cerca 17% pertenciam à primeira classe. A carta de Cosmo Duff-Gordon vai ser leiloada pela Lion Heart Autographs a 30 de Setembro em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.
Notícia em observador.pt

sábado, setembro 12, 2015

PRIVACIDADE E LUXO

PRIVACIDADE E LUXO 
Para defendê-los de popularidade pouco gratificante, os personagens de maiores posses ficavam em suítes grandes onde podiam se resguardar de intromissões inoportunas. Além dos camarotes de primeira classe, os passageiros podiam escolher dois tipos de suítes, diferentes apenas quanto ao tamanho, e 16 camarotes especiais extremamente luxuosos e acolhedores. Os mais amplos eram as quatro suítes (parlour suíte), que ficavam próximas à escadaria principal, em cada lado do navio, nos conveses B e C. Cada suíte tinha uma sala de estar, dois dormitórios, dois guarda-roupas e um banheiro privativo, mas a decoração era diferente em cada uma. Na popa dessas grandes suítes, nos mesmos conveses, havia mais 12, de tamanho ligeiramente inferior. Cada uma era composta pela combinação de três ambientes que compreendiam uma sala de estar, dois guarda-roupas e um banheiro privativo. Um sistema de paredes móveis permitia o uso de cada ambiente separadamente, se fosse o caso.
FOTO: Quarto em estilo Luís XVI de uma das amplas e luxuosas suítes do Titanic. Nesse ambiente, particularmente refinado e provido de todos os confortos, os passageiros podiam se refugiar a qualquer momento sem perder nenhum serviço oferecido a bordo. Se alguém quisesse, poderia fazer toda a travessia sem sair de seus aposentos.

domingo, setembro 06, 2015

MENU EM LEILÃO

MENU EM LEILÃO 
Esta foto sem data, fornecida pela Lion Heart Autographs mostra o último menu do almoço do Titanic, que vai a leilão e estima-se uma receita entre $ 50.000 e $ 70.000. O menu salvo por um passageiro que subiu a bordo do chamado "Bote do Dinheiro" antes do transatlântico se afundar, será vendido pela Lion Heart Autographs, uma leiloeira on-line de New York, junto com outros dois artefatos anteriormente desconhecidos do bote salva-vidas nº 1 em 30 de Setembro de 2015. 
O leilão marca o 30º aniversário da descoberta dos destroços no fundo do Oceano Atlântico.

terça-feira, setembro 01, 2015

30 ANOS DESCOBERTA DO TITANIC

1 DE SETEMBRO DE 1985 
1 de Setembro de 1985: O TITANIC foi descoberto por Jean-Louis Michel e Robert Ballard. A equipe de Ballard detectou o primeiro sinal dos destroços do Titanic à 1h da manhã desse dia. De 9 de Julho a 7 de Agosto, a bordo do Le Surôit, a expe­dição franco-norte-americana liderada pelo Dr. Robert Ballard (Woods Hole Oceanographic Institution) e Jean-Louis Michel (Institute Français de Recherches pour l'Exploitation des Mers - IFREMER) procura o ponto do naufrágio, delimitando uma área de 260km². As operações são suspensas devido ao mau tempo. Os mesmos investigadores retomam ao Atlântico Norte, em expedição que começa a 22 de Agosto e termina a 4 de Setembro. Operando um sonar e o submergível não tripulado Argo, dirigido por controle remoto e dotado de câmara de vídeo que transmite as imagens por um cabo de fibra ótica, Ballard explora 80% da área anteriormente delimitada e, à uma hora da madrugada de 1º de Setembro, descobre os restos do Titanic a quase quatro kilometros de profundidade, 560km a sudeste de Terra Nova e a 1.600km de Nova York. A primeira visão de Ballard é uma das caldeiras. Os detritos se espalham em área de 2,6km². A pressão, nessa profundidade, é de 400kg por cm². O jornal britânico The Observer publicou a história no mesmo dia. Como os fusos horários eram diferentes, isso quer dizer que a historia deve ter sido imprensa no mínimo oito horas antes da descoberta! Será que alguém sempre soube onde estava o Titanic? Abaixo segue a lista de sobreviventes do Titanic que viram a notícia nesse dia e viram novamente o navio 73 anos e 6 meses depois de o terem visto pela última vez em Abril de 1912.
Eileen Lenox-Conyngham (desembarcou em Cherbourg em 10/4/1912);
Millvina Dean
Bertram Dean
Barbara West (Dainton)
Eva Hart 
Ruth Becker (Blanchard)
Alden Caldwell 
John Ryerson 
Lillian Asplund
Winifred Quick (Van Tongerloo)
Edith Brown (Haisman) 
Michel Navratil 
Hjalmar (Agnes Charlotta Bengtsson) Sandström 
Beatrice Sandstrom (filha de Agnes Sandström)
Louise Kink (Pope) 
Eleanor Schuman 
Louise LaRoche 
Marjorie Newell (Robb) 
Frank Aks 
Marshall Brines Drew

segunda-feira, agosto 31, 2015

NOVIDADES TITANICFANS AGOSTO

NOVIDADES DO TITANICFANS 
EM AGOSTO FOI ASSIM 
A Cadeira Destruída - No SeaCity Museum existia em exposição uma espreguiçadeira do Olympic, navio irmão do Titanic. Steve Roberts, um visitante, reparou que esta já não aparecia há alguns meses na exposição e perguntou a um empregado do museu o porquê daquela relíquia histórica não se encontrar mais ali. 
Carta de Violet Jessop - Trechos de uma carta de Violet Jessop para Sra. Emery. Na carta ela se refere ao filme britânico "A Night to Remember", lançado em 1958. 
10 Anos TITANICFANS - Foi há 10 anos que este projeto nasceu, sem grandes espetativas, fomos crescendo, criando laços e parcerias. Hoje chegamos a esta etapa: 10 anos! 
Folha São Paulo A partida do Titanic de Southampton - Os passageiros e a tripulação - As primeiras notícias do sinistro - A impressão causada em Londres.

Tudo isto e muito mais!
"TO MAKING IT COUNT!" 

sábado, agosto 22, 2015

TITANIC - FOLHA DE SÃO PAULO

TITANIC - FOLHA DE SÃO PAULO 
A partida do Titanic de Southampton - Os passageiros e a tripulação - As primeiras notícias do sinistro - A impressão causada em Londres
Londres, 16 - O Titanic partiu de Southampton na quarta-feira passada, conduzindo 3.358 pessoas entre tripulação e passageiros. Entre estes figuravam os Srs. Hayos, presidente da estrada de ferro Grautrunk; o major Archibald Butt, ajudante de ordens do presidente dos Estados Unidos; o milionário Johnston e mulher; o Sr. Isidor Strauss, irmão do antigo embaixador norte-americano em Constantinopla; o Sr. Willian Stead, diretor da Review of Review; o contra-almirante Henry Garvis; as senhoras Widener Elisabeth Chapman e Willie Cartes.
O carregamento do navio, ao que se afirma, fora segurado em cinco milhões de dólares e que o número de malas postais se elevava a três mil quatrocentas e dezoito.
O paquete, que tinha por comandante o capitão Smith, ao zarpar do porto, passando próximo do vapor New York, rompeu os sete cabos que amarravam este navio ao cais.
A sua tripulação era de 903 homens e os passageiros estavam assim distribuídos: primeira classe 850; segunda classe, 805 e terceira, 800.
Paris, 16 - Desde cedo, a agência da White Star Line é assediada por grande número de pessoas que procuram informações sobre o desastre do Titanic.
Nesse vapor embarcaram em Cherburg 142 passageiros de primeira classe, 30 de segunda e 80 de terceira.
O Sr. Bacon, embaixador dos Estados Unidos, que acaba de apresentar ao Sr. Fallieros a sua revogatória, devia partir para o seu país nesse paquete, mas a última hora resolveu adiar a viagem para o dia 20 do corrente.
Nova York, 16 - Na madrugada de hoje, o presidente da Associação da Marinha Mercante Internacional recebeu comunicação de que a maioria dos passageiros do Titanic haviam sido salvos.
Londres, 16 - A impressão causada nesta capital pelo sinistro do Titanic foi doloríssima.
A agência da White Star e as redações dos jornais afluem grande massa de pessoas, afim de obterem informações sobre o naufrágio e da situação dos passageiros, que em sua maioria embarcaram na Inglaterra.
No desastre pereceram muitos indivíduos - Os sobreviventes e os desaparecidos - O número dos passageiros e tripulantes salvos pelo Carpathia - Informações confusas.
Nova York 16 - A falta de detalhes e a confusão das informações recebidas até esta manhã, nesta capital, sobre o naufrágio do navio Titanic da White Star anuncia, oficialmente, que recebeu notícias positivas por intermédio do Olympic, que o número dos sobreviventes do Titanic resume-se unicamente aos oitocentos e sessenta e oito, que foram salvos pelo Carpathia.
Do lado da Terra Nova, dizem estar abandonada a esperança de que se tenham salvo outros passageiros e tripulantes do Titanic.
Todos os navios, que cruzam o local do sinistro, vão continuar viagem, por não terem mais nada a fazer.
As últimas notícias sobre o naufrágio do Titanic - Perdem-se as esperanças do resto dos passageiros e tripulantes.
Londres, 16 - As notícias contraditórias, recebidas esta manhã, transmitidas todas pelo telégrafo sem fio, permitiram esperar que fosse grande a proporção dos passageiros e tripulantes salvo. Mas, a medida que os despachos se sucediam, diminuíam as esperanças.
O último telegrama de Nova York de hoje, a noite, diz que um radiograma do Carpathia declara que seiscentos e cinquenta passageiros e os tripulantes salvos estão a bordo e que os demais pereceram afogados e que nada mais resta do Titanic que um monte de destroços flutuantes.
Outro telegrama assegura que somente foram salvas seiscentas e setenta e cinco pessoas.
Dos telegramas Marconi, chegados a última hora, afirmam que os navios Virginian e Parisian não salvaram ninguém.
Acrescentam os despachos parecer que não houve tempo para lançar ao mar todas as embarcações de bordo do Titanic.
Telegramas de Paris e Nova York dizem que, como sucede aqui os escritórios da White Star estão assediados por grande multidão, ansiosa por informações.
A maioria da equipagem do Titanic havia sido contratada em Southamptom.
As últimas notícias sobre os náufragos do Titanic - Cruzador ao encontro do Carpathia.
Montreal, 16 - A Allan Linfe ainda espera que o Parisian tenha conseguido recolher, os náufragos do Titanic.
Washington, 16 - O presidente Talf ordenou a partida de um cruzador ao encontro do Carpathia, afim de que seja transmitida ao governo a lista completa dos sobreviventes.