domingo, julho 20, 2014

OUTRAS VIDAS - TITANIC

A HISTÓRIA DE UMA TITÂNICA 
Esta semana recebi um email absolutamente fascinante! A mensagem veio de uma fã do Titanic que aqui identifico como A. H. e que agora vos conto. Omiti alguns dados mais particulares deste maravilhoso email para manter alguma privacidade da nossa fã.
"Desde os 100 anos do Titanic estou meio “estranha”, bom a palavra não seria exatamente essa, mas é que assim como o senhor, sempre fui fascinada pelo navio. Minha mãe amava o filme Titanic que estreou em 1997, (...), quando eu já tinha uns três aninhos eu assistia e reassistia o filme milhões de vezes ao dia, sério, minha irmã mais velha odiava ter que rebobinar a fita cassete e não era uma, eram duas fitas.               
Não sei se tem alguma ligação no fato de minha mãe e minha irmã mais nova terem nascido em dias que o navio estava em alto-mar (...) e eu a que ama o Titanic ter nascido quase um mês depois do naufrágio. Porém ainda que eu não tenha essa ligação com as datas, é como se eu sentisse que eu estava no navio, eu sei que parece loucura e que eu posso ser só uma menina maluca de 17 anos que está imaginando coisas; mas eu sinto com muita convicção que eu estava nele. Num jantar com minha mãe e minha irmã, estávamos conversando e de repente eu disse que eu fui o senhor Andrews, porque eu sempre desenhei e associei meu desenho com o fato dele ser o arquiteto, mas nesse mesmo ano do jantar (2012) eu descobri minha verdadeira vocação. Sim, ela está ligada à desenhos e mais, à moda, e quando eu descobri isso minha sensação e conclusão foi: fui a Lady Lucy Duff Gordon, essa conclusão foi tão convicta como ter dito que fui o senhor Andrews. Quando eu cheguei a essas duas conclusões eu pensei “eu estou querendo estar no navio de todo o jeito possível e só com grandes personalidades da época, eu estou errada, e nunca estive no Titanic”.
Em agosto de 2012, fui para Orlando, meu presente de 15 anos, e na rua do hotel em que me hospedei, havia um inventário do Titanic quando eu o vi pela primeira vez, não parei de encher a paciência das minhas irmãs para ir, então fomos, lá tem várias coisas e eu comprei uma camiseta de 100 anos do naufrágio, um copo de vidro com especificações do navio e um kit lapiseira e caneta, bom eu não tinha dinheiro para comprar coisas mais caras, e acredita que minha irmã de consideração achou uns ‘’trequinhos’’ vendendo pedaços do casco e ela foi muito alegre me contar o que tinha visto para eu comprar e minha reação foi inesperada por todos ? Ao invés de pular de alegria e querer comprar eu disse “O quê? Mas que absurdo! Eles estão degradando o navio nesse descaramento? Eu não vou comprar isso, não vou participar dessa atitude desrespeitosa de degradação”. Na hora todo mundo riu, mas eu fiquei muito brava com aquilo. Esse ano, de aniversário, ganhei uma replica do navio, não é uma super de mais, mas como meu pai deu de coração e sabe que eu amo o navio, para mim é a replica mais linda até agora (mesmo vendo fotos de réplicas perfeitas na internet).
E eu estou aqui, te escrevendo essa mensagem porque, hoje (16/07/14) eu acordei por volta do meio dia e meu sonho foi que eu estava nesse naufrágio. Eu consegui lembrar só do final, uma mulher loura com um vestido branco de dentro do navio me falava para entrar no bote, falava para eu ajudar a guiar o bote e algo mais que eu não consegui me recordar, e eu olhava para a proa do navio submergindo e as pessoa gritando e passando correndo enquanto ouvia o que ela falava. Depois só lembro de estar chegando em casa e acordei. Por muitas vezes eu cheguei a pensar que eu não estava lá, mas tem uma coisa que me faz pensar o contrário e ter certeza  de que eu estava, eu só ainda não consegui descobrir se eu fui uma tripulante, passageiro de terceira, segunda ou primeira classe, ou mesmo alguém importante."
Se também sente algo e quer nos contar, tal como fez A.H. enviem um email para titanicfans1912@gmail.com, e vamos partilhar aqui com outros.
Outros links de interesse:

2 comentários:

Gabriel Sena disse...

Muito legal essa ideia de compartilhar histórias de Titânicos, está de parabéns.

Mário disse...

Obrigado Gabriel. :)