sábado, dezembro 28, 2013

O ANO 2000 EM 1910

O ANO 2000 EM 1910 
1910... Viviam-se os anos da Revolução Tecnológica, época de paz, não havia impossíveis para a vontade do Homem, nem o céu era mais o limite. O Titanic em construção a par com o seu irmão gémeo quase pronto, o Olympic, seriam os maiores e mais seguros navios de todos os tempos. Nada poderia travar os avanços da Humanidade. Era esta possibilidade de sonhar e tornar os sonhos realidade que faziam daquela Era a chamada "belle époque". Com 2014 quase à porta, em que se celebram os 100 anos do início da Primeira Grande Guerra Mundial, pensamos nos desejos e projectos que queremos para o novo ano. Mas o que pensavam as pessoas da época do Titanic quanto ao futuro? A Biblioteca Nacional de França, colocou recentemente em exposição uma incrível colecção de gravuras de 1910 da autoria de Villemard sobre o mundo no ano 2000, que se crê terem sido colocadas em embalagens de alimentos da época assim como em postais alemães. Na verdade, Villemard em alguns aspectos não esteve longe da nossa realidade actual. Alguns conceitos utópicos da época, como a videocoferência, o tráfego aéreo ou mensagens de voz, são hoje uma realidade bem conhecida de todos. Este slide mostra algumas dessas gravuras e abaixo disponibilizo outras bem interessantes. 
Jantar Químico - hoje em dia podemos compará-lo aos comprimidos que várias pessoas tomam em substituição de refeições para emagrecerem...



O Cavalo - Julgava-se que com a chegada dos automóveis, o cavalo deixaria de ter utilidade e seria um animal quase extinto, só visto em espectáculos.
Festival das Flores - Praticamente extinto, enchia as principais avenidas da Europa com carros alegóricos forrados com flores. Em 2000, seria celebrado nos céus.

Resgate num Naufrágio - Hoje os meios aéreos são os meios mais rápidos de resgate em situações arriscadas em alto mar. 
Tomar chá ao som da rádio - Não foi preciso muito tempo para esta gravura se tornar realidade, hoje temos outro entretenimento: a televisão.

Comboio de Paris para Pequim - Hoje temos os famosos TGV que unem grandes cidades a longa distância num curto espaço de tempo.


"Um para levar" - Não temos estações de serviços aéreas, mas temos semelhanças com as estações de serviço das autoestradas, ou os conhecidos mcdrives da McDonalds.

2 comentários:

Gabriel Sena disse...

Olá TitanicFans, gostaria de uma parceria com o meu blog? se chama Titânicos do Brasil

Mário disse...

Olá amigo, por favor, envia-me o link :)
abraços titanicos