sábado, agosto 31, 2013

NOVIDADES TITANICFANS AGOSTO

NOVIDADES DO TITANICFANS 
EM AGOSTO FOI ASSIM 
A morte misteriosa de um sobrevivente - Oscar Palmquist foi um sobrevivente do naufrágio do Titanic em 1912. Em 25 de Março de 1925, Palmquist, vestiu a sua melhor roupa, parou na barbearia para cortar a barba e o cabelo, e em seguida dirigiu-se para Walnut Grove, perto de Bridgeport, CT.
Oscar nunca mais foi visto com vida novamente. O seu corpo foi encontrado algumas semanas depois flutuando num lago do parque da cidade, chamado Beardsley. Rumores de um triângulo amoroso com uma mulher casada circularam logo após sua morte. No final, no entanto, a teoria de homicídio e suicídio foram descartadas e a sua morte foi dada como um "afogamento acidental".
Pesadelos de um sobrevivente - Einar Carlson sentiu o impacto quando o Titanic bateu no iceberg e guardou para o resto de sua vida a memória das primeiras horas daquela noite de 15 de Abril. Todos os anos em Abril, ele tinha pesadelos acordando aos gritos e todo suado. Depois de casado, todos os anos em Abril ele ia dormir para um celeiro para evitar assustar os seus filhos com os gritos.
Robinson Titanic - O livro que o TitanicFans deu o seu contributo teve uma conferência no Rio de Janeiro. 
8º Aniversário TitanicFans - Foi há oito anos que o blogue nasceu, parabéns a todos e obrigado pela companhia de tantos anos.
Como o Titanic "salvou" uma vida - A brilhante história de Bradley Falappi, um homem que sofre de paralisia cerebral provocada ao nascer e de como o Titanic o ajudou a melhorar a sua qualidade de vida.
E mais:
- A lista de passageiros e tripulação agora conta com fotos das pessoas que estiveram a bordo! Clique para ver a lista e os retratos constantemente actualizados aqui 
- Se ainda não aderiu à nossa página do facebook clique aqui e tenha acesso a fotos exclusivas:
Desenhos do Filme - James Cameron antes de fazer o seu épico desenhou todas as cenas que queria ver projetadas no cinema. 
Fotos de Rose - Os retratos que Rose fazia questão de levar sempre consigo e que vemos no final do filme.
Fotografias de bastidores - Billy Zane, o ator que deu vida ao personagem Caledon Hockley, reuniu num álbum privado fotografias raríssimas nos tempos livres das gravações.
Vida a Bordo - Todos conhecemos as fotos tiradas pelo Padre Browne a bordo do Titanic, conheça agora os nomes dos passageiros que se encontram nelas.
Tudo isto e muito mais!
"TO MAKINGIT COUNT!" 

sábado, agosto 24, 2013

COMO O TITANIC "SALVOU" UMA VIDA

COMO O TITANIC "SALVOU" UMA VIDA 
Devido a complicações no parto, Bradley Falappi viu diminuidas as suas capacidades de aprendizagem tornando-se incapaz de ler e escrever. Para minimizar os danos, a sua educação foi totalmente voltada para os recursos visuais.
"Eu tive problemas cerebrais e dislexia e a única maneira de ser educado foi através de fotos e foi então que eu vi fotos do Titanic e assim começou uma obsessão para o resto da vida", explicou Falappi.
"E pouco a pouco fui ficando cada vez mais interessado na história do Titanic - o que levou à minha coleção atual - e 33 anos depois, eu ainda continuo a coleção", acrescentou. 
Falappi já doou itens preciosos de sua extensa coleção do Titanic à Sociedade Histórica de Broken Hill - uma ligação que nasceu através de fotos de um livro sobre o Titanic.
"Eu vi uma foto do monumento ao Titanic em Broken Hill e pensei que era um monumento um pouco estranho e eu tive que descobrir tudo sobre ele," disse Falappi.
"Então, eu comecei por contatar o conselho local, que me colocou em contato com a Sociedade Histórica de Broken Hill".
Broken Hill é uma das duas únicas cidades da Austrália que tem um memorial dedicado ao Titanic. Inaugurado em 1913, o memorial ao Titanic de Hill foi fundado pela Banda dos Mineiros da Associação Amalgamated, que queria homenagear a banda do Titanic que notoriamente continuou a tocar quando o navio afundou.
A porta-voz da Broken Hill Historical Society (BHHS); Margaret Price diz que a Exposição Titanic será bem-vinda na região e também será uma valiosa ferramenta educacional.
"Tivemos as crianças da escola aqui na exposição que imediatamente relacionaram o tema com o filme (Titanic) e, em seguida, fizeram perguntas. É uma exposição que atrai os jovens para aprender sobre História, eles podem ver que não é nada de poeirento e velho - é novo, é fascinante, e relaciona-se com a História de 1912. Esta exposição ajudará outros projetos do interesse da Sociedade Histórica de Broken Hill como a Escola de Correção Silverton e o Museu Sinagoga Outback e agora com o Titanic temos um novo interesse para os turistas, além de ajudar a juventude de Broken Hill a entender e apreciar História," terminou Margaret Price. 
Bradley Falappi disse que ficou "chocado" quando viu os objetos do Titanic que tinha doado expostos na exposição da Broken Hill Historical Society. "Estou fora de mim.", disse Falappi entusiasmado.
"Já tinha tido o privilegio de ter estado com duas sobreviventes do Titanic e ter viajado para a Inglaterra. Agora posso juntar mais esta exposição a essa lista de coisas maravilhosas na minha vida", continuou ele. A Exposição Titanic da Broken Hill Historical Society foi inaugurada oficialmente por Falappi no Centro de Pesquisa Wallace Ralph na Sinagoga do Museu Outback.

domingo, agosto 18, 2013

8º ANIVERSÁRIO TITANICFANS

video
TITANICFANS 
8º ANIVERSÁRIO 
O TitanicFans completa hoje oito anos de vida, e é atualmente o blogue mais antigo do Titanic em português que se encontra em atividade permanente. Nunca pensei poder chegar tão longe, nunca pensei chegar a ter tão grande sucesso. O que seria apenas um passatempo, tornou-se em algo sério. Nada disto poderia acontecer se não fossem vocês, visitantes e participantes que todos os dias passam pela minha página e me incentivam a continuar este caminho. Nunca escondi que a minha principal dedicação são as listas de passageiros e tripulação e a beleza dos três navios irmãos, mas o TitanicFans é um blogue de atualidades que quer provar que Titanic pode ser associado a vários outros assuntos. Não me vou alongar mais, apenas quero deixar o meu Obrigado e Parabéns a todos! 

sábado, agosto 10, 2013

PESADELOS DE UM SOBREVIVENTE

PESADELOS DE UM SOBREVIVENTE 
Einar Carlson sentiu o impacto quando o Titanic bateu no iceberg.
Einar era passageiro de terceira classe, o jovem sueco de 21 anos e seu amigo estavam no seu camarote no convés mais baixo do navio. Ao chegarem ao deck superior, eles notaram o odor característico do gelo. Uma sensação estranha tomou conta de Carlson, quando viu pedaços de gelo no convés. Ele sabia que o grande navio estava em apuros.
Einar (Karlsson) Carlson, que nasceu na cidade costeira de Oskarshamm, cresceu rodeado de navios. Ele sabia que nenhum deles era inafundável.
Einar serviu no exército sueco, tornando-se cabo antes de passar à reserva. A sua filha Rose Ann Jensen, acredita que o treino de seu pai no exército, junto com a sua desenvoltura e capacidade atlética, ajudaram-no bastante a bordo do Titanic.
Em 1912, Einar foi tomado pela "febre" de emigrar para os Estados Unidos.
Assim, ele e seu amigo compraram passagens para irem no RMS Adriatic, mas foram transferidos para o Titanic depois da greve do carvão. Após embarcar, Einar, um jovem de natureza inquisitiva, explorou todo o navio, algo que mais tarde provou ser -lhe muito útil.
Pouco antes da meia-noite no dia 14 de Abril, o enorme navio bateu no iceberg. Graças às explorações de Einar durante a viagem, ele e o seu amigo encontraram o caminho para os botes salva-vidas facilmente. Quando ele viu os botes parcialmente cheios, percebeu que os passageiros acreditavam que o navio não podia afundar.
Com um barco salva-vidas a ser descido, Einar e o seu amigo saltaram para as cordas que seguravam a pequena embarcação e rapidamente desceram por elas. A descida foi demorada, queimando e rasgando a pele das suas mãos. Eles tiveram queimaduras da corda nos seus pés porque quase iam perdendo os sapatos. Chegaram ao bote assim que este bateu na água, era o bote 13, o que teve um incidente quando o bote 15 ficou por cima deste e quase esmagou os passageiros. Einar relatou mais tarde como os botes salva-vidas remaram para longe do Titanic para que não fossem puxados pela sucção. Ele observou que o navio afundou de forma opulenta e que viu grandes flashes de luz que seriam os foguetes de socorro. 
Einar chegou aos Estados Unidos e começou a trabalhar numa fábrica de máquinas de escrever e, posteriormente, tornou-se dono de uma quinta. Einar não perdeu tempo e começou a aprender Inglês, algo que ele acreditava que o teria ajudado no Titanic.
Curiosamente Einar, iria enganar a morte mais uma vez. Alistado no Exército dos EUA durante a Primeira Guerra Mundial I, ele e outros soldados foram apanhados desprevenidos sem as suas máscaras de gás durante um ataque químico. Einar sobreviveu mas ficou com um tremor permanente nas mãos.
Casou-se em 1922, tiveram quatro filhos, incluindo Rose Ann, nascida em 1935. Einar guardou para o resto de sua vida a memória das primeiras horas daquela noite de 15 de Abril. Todos os anos em Abril, ele tinha pesadelos acordando aos gritos e todo suado. Depois de casado, todos os anos em Abril ele ia dormir para um celeiro para evitar assustar os seus filhos com os gritos.
Einar tinha 67 anos, quando faleceu de um ataque cardíaco em 12 de Abril de 1958.
Ele foi enterrado no dia 15 Abril de 1958 - exactamente 46 anos depois do Titanic afundar.

sábado, agosto 03, 2013

A MORTE MISTERIOSA DE UM SOBREVIVENTE

A MORTE MISTERIOSA DE UM SOBREVIVENTE 
Oscar Palmquist foi um imigrante sueco que sobreviveu ao trágico naufrágio do Titanic em 1912. Em 25 de Março de 1925, Palmquist, um comerciante de ferramentas, vestiu a sua melhor roupa, parou na barbearia para cortar a barba e o cabelo, e em seguida dirigiu-se para Walnut Grove, perto de Bridgeport, CT.
Oscar nunca mais foi visto com vida novamente. O seu corpo foi encontrado algumas semanas depois flutuando num lago do parque da cidade, chamado Beardsley. Pamquist foi identificado graças a papéis no bolso do casaco. Rumores de um triângulo amoroso com uma mulher casada circularam logo após sua morte. No final, no entanto, a teoria de homicídio e suicídio foram descartadas e a sua morte foi dada como um "afogamento acidental".
Muitas pessoas, incluindo o ministro da igreja luterana à qual pertencia Palmquist, contestaram a causa da morte, pois a experiência de Oscar no Titanic o deixou com um trauma muito grande ao ponto do seu medo da água ser considerado mórbido. Apesar desses protestos, nenhuma autópsia foi realizada e os seus restos mortais foram discretamente enterrados no Cemitério de Bridgeport Mountain Grove.
O humilde túmulo de Oscar Palmquist nunca teve uma lápide e a sua história desapareceu rapidamente da memória das pessoas ao longo dos anos. A sua morte trágica capturou a imaginação de muitos: sobreviveu ao desastre do Titanic, para encontrar a morte num lago de um parque, treze anos mais tarde.
A história de Palmquist foi relembrada no ano passado com o 100º aniversário do naufrágio do Titanic e foi lançado o apelo para se recordar Oscar com uma lápide de granito no seu túmulo, para honrar a sua memória e reconhecer a sua ligação ao Titanic. Esta comemoração foi liderada por Shelley Dziedzic, presidente emérito da Titanic Internacional Society, uma organização sem fins lucrativos com sede em Midland Park, NJ. Um ano depois, a família de Palmquist foi localizada e fez parte de uma cerimonia de inauguração do novo memorial de dedicação que aconteceu no passado dia 29 de Junho, no Cemitério de Bridgeport Mountain Grove. Oscar Palmquist foi assim finalmente reconhecido como um dos sobreviventes do Titanic de Bridgeport.