domingo, junho 29, 2008

PARTO A BORDO
Entre as 29 deleted scenes colocadas na edição de lux do Titanic temos esta imagem de uma passageira grávida com a sua filha na terceira-classe. Seria a passageira Gerda Lindell que não sobreviveu. Cameron até esse cuidado teve nas suas gravações. Muitas mulheres emigrantes na época, escolhiam viajar quando estavam em fase final de gravidez para que pudessem ter os seus filhos a bordo em melhores condições de higiene no parto, condições essas que dificilmente teriam em terra com a vantagem ainda acrescida de que era um serviço gratuito com a qualidade e tecnologia de ponta. Não era portanto de se espantar que algumas dessas mulheres que tinham os seus filhos a bordo baptizassem os seus recém-nascidos com o nome do médico ou da enfermeira de bordo ou até lhes dessem o próprio nome do navio. Contam-se 2208 pessoas a bordo do Titanic, dentro deste número encontravam-se algumas mulheres grávidas, algumas destas crianças quando nasceram já não tinham os seus pais porque eles foram para o fundo com o navio juntando-se assim ao número de orfãos de pai do Titanic. Outras, infelizmente, contaram-se entre as vítimas cujas mães mesmo grávidas não tiveram lugar num bote para sobreviverem perecendo com elas os seus filhos dentro das suas barrigas. Sendo assim o número de mortes do Titanic tem por trás ainda o acréscimo desta terrível marca que passa quase despercebida. Aqui fica a lista de mães grávidas a bordo, os nomes a branco são das mulheres que pereceram:

Astor, Madeleine 1ªclasse
Backstrom, Maria 3ªclasse
Beane, Ethel*(ver nota) 2ªclasse
Bishop, Helen 1ªclasse
Corey, Mary 2ªclasse
del Carlo, Argene 2ªclasse
Doling, Ada 2ªclasse
Karnes, Claire 2ªclasse
Kenyon, Marion*(ver nota) 1ªclasse
Laroche, Julliette 2ªclasse
Lindell, Gerda 3ªclasse
Marvin, Mary 1ªclasse
Nasser, Adele*(ver nota) 2ªclasse
O'Brien, Hannah 3ªclasse
Phillips, Kate*(ver nota) 2ªclasse
Smith, Mary Eloise 1ªclasse
West, Ada 2ªclasse

*Nota: Ethel Beane e Kate Phillips conceberam os seus bebés ainda durante a viagem inaugural a bordo do Titanic. No caso de Ethel Beane, infelizmente veio a dar à luz um bebé morto. Marion Kenyon veio a abortar. Adele Nasser deu à luz mas o bebé veio a morrer poucas horas depois. A 11 de Janeiro de 1913, Kate Phillips tem uma menina a quem dá o nome de Ellen Mary (Betty). Kate Phillips era a amante de Henry Samuel Morley, homem casado e pai de um filho com quem ela fez a travessia em segunda-classe. Eles viajaram em secreto com os nomes falsos de Mr e Mrs Marshall.

3 comentários:

Alencar Silva disse...

Parabéns pelo post de hoje.
Afinal a lista de passageiros é a sua paixão.
Abraços...

JNK1718 disse...

Meu Deus esse post foi super legal, sobre as gravidas. Isso me da vontade de escrever outra história hahaha
PARABENS padrinho :D haha

TITANIC HISTORIAS disse...

Realmente incrível Mário sempre com novas informações. Parabéns pelo post.