quinta-feira, maio 18, 2006

TITANIC
por Jefferson Krüger
Capítulo XIV – Pesadelo
“Desesperada”, Minah chama por ajuda.
MINAH
- Arthur, venha logo. Ela está passando mal.
ARTHUR (desesperado)
- Baby fale comigo. Alguém chame um médico. Rápido!
Mas que depressa Molly Brown larga sua taça de champagne na mesa e vai atrás do médico. Enquanto isso, Ida Istraus pega uma toalha para resfriar Baby e um copo com água, pois ela está perdendo muita água ao suar. Sua mãe Beatrix desmaia de aflição.
Enquanto isso Minah e Amanda saem por entre o tumulto. Ao sair Amanda e Minah olham para Madeline Astor com ar de desaprovação.
Já no camarote, Amanda aguarda o comissário que lhe traz flores e um bilhete de um admirador.
AMANDA
- Obrigada.
Ela lê o bilhete.
“Soube que você não recebera o buquê anterior.
Mas este fiz questão de eu mesmo entregar as mãos do comissário.
Preciso encontrá-la. Hoje a noite no convés de popa.”
Assinado: S. H.
O médico chega. Ele está acompanhado de Violet Jessop, que o auxilia nesta viagem. Ele a examina e indica que foi feito um envenenamento. Violet lhe entrega o antídoto. Ela é levada para o camarote.
Ainda sob efeito do envenenamento, está adormecida. Ela começa a suar e se debater por entre os lençóis. Em seus sonhos, avista seu pai, ele está morto e seu corpo se encontra boiando ao mar. De repente aparecem objetos caindo, e muitas pessoas se encontram também boiando mortas no mar.
Então ela começa a sonhar que está sendo perseguida. Corre pra lá e pra cá pelo navio, sem rumo nem direção. Quando ela avista uma criatura em sua volta, cercando-a. Uma enorme mulher com seus membros inferiores transformados em pernas de aranhas, com um vestido elegante. A mulher-aranha em sua teia, arrastando-a para um local quente.
Baby está desesperada, mas logo o medo passa. A venenosa está a queimar. Então ela acorda muita assustada. Chama por seu pai.
BARBARA
- Papai!
ANDREW
- O que foi? Baby o que é que foi?
BARBARA
- Relaxe papai foi apenas um pesadelo, mas ele me intriga muito.
- Ah papai eu tenho tanto medo.
ANDREW
- Medo?
BARBARA
- Pelo senhor.- No sonho eu vi muitas pessoas mortas ao mar e o senhor estava entre elas. Depois uma criatura horrenda, uma mulher com pernas de aranha me envolveu em sua teia...
BEATRIX
- Baby, tenha cuidado! Isso pode significar traição.
- Acalme-se querida vou buscar-lhe um brandy.
Amanda se sente cansada. Resolve mandar um bilhete para Seal avisando que não poderá ir esta noite encontrá-lo. E que o encontrará no dia seguinte.

1 comentário:

Alencar disse...

Parabéns Jefferson pela bela história.
Parabéns Mário pelo blog.