sábado, agosto 27, 2005


RÁDIO MARCONI
Em 1.896, as "comunicações sem fio" tiveram o seu início. Foi neste ano que MARCONI, pela primeira vez, enviou um "sinal qualquer" a uma distância de 2 milhas. 15 anos depois, no ano de 1.911, os radioamadores já somavam 10.000 no país. No dia 15 de Abril de 1.912, o RMS Titanic bateu num "iceberg" no Atlântico Norte e afundou. Graças as comunicações via rádio e ao primeiro SOS da história, 713 vidas foram salvas. No entanto foi argumentado que o número de sobreviventes poderia ter sido maior, se já estivesse aprovada uma regulamentação nas comunicações sem fios.
O primeiro navio a responder ao sinal de perigo foi da German Liner, o "Frankfurt". Enquanto o operador das comunicações do "Frankfurt" informava ao seu capitão, os navios "Carpathia" e "Cape Race" mantinham-se em contato. Os navios "Titanic", "Carpathia", e "Cape Race" eram equipados com estações e telegrafistas da Marconi, enquanto o "Frankfurt" utilizava os serviços do competidor da Marconi na Alemanha, a Telefunken.
As controvérsias nas comunicações continuariam mesmo depois que o "Carpathia" recolheu os sobreviventes. Uma comunicação foi recebida, alegadamente do "Carpathia", a qual dizia "TODOS OS PASSAGEIROS DO NAVIO "TITANIC" FORAM TRANSFERIDOS COM SEGURANÇA PARA O "S.S.PARISIAN". MAR CALMO. "TITANIC" SENDO REBOCADO PELO NAVIO "VIRGINIAN DA ALLEN LINER, PARA O PORTO". Outras mensagens apareceram, também dizendo que TODOS os passageiros estavam salvos e o navio estava sendo rebocado. Havia só um problema – estas mensagens não estavam vindo do "Carpathia". A razão era simples; as suas comunicações tinham um alcance máximo de 150 milhas. Por outro lado, o operador de comunicações do "Carpathia" fez somente algumas transmissões para o "Olympic" (navio irmão do "Titanic") e outro operador da Marconi", na qual ele telegrafou a lista dos sobreviventes, algumas mensagens de Bruce Ismay - Presidente da White Star Lines e desligou sua estação..
No Porto de Nova York, o "Carpathia" foi procurado pelo Senador William A. Smith do Michigan, um sensato Populista e Presidente da comissão de investigação de desastres marítimos. Ele imediatamente intimou todos os envolvidos, incluindo Harold Bride e Harold Cottam, operador das comunicações do "Carpathia". O próprio Marconi que estava nos Estados Unidos, (ele estava planejando regressar à Inglaterra no "Titanic", foi também intimado a comparecer. O Senador Smith usou as declarações sobre o "Titanic” para condenar uso e abuso do atual estado das comunicações, e apelou para uma regulamentação internacional de rádio.
Em 18 de Maio de 1.912, o Senador Smith introduziu um decreto no Senado. Entre as suas provisões:
- Navios transportando 50 passageiros ou mais deveriam ter radio comunicações com um alcance mínimo de 100 milhas;
- Os equipamentos de radio comunicações devem ter uma alimentação auxiliar para poder operar até a sala das comunicações estar debaixo de água ou destruída;
- Dois ou mais operadores dão serviço continuo dia e noite.
Olá, meu nome é Alencar e moro no Brasil. Agradeço ao meu amigo Mário Silva por deixar esse post "Rádio Marconi" ser editado por mim.

3 comentários:

Mário Silva disse...

Olá Alencar, os meus parabéns. Está aprovadíssimo!! Gostei bastante do post, eu não faria melhor. Parabéns. É pena que só depois do naufrágio de Titanic se tenham feito tantas remodelações nas normas de segurança.

Diego - The Ship Titanic disse...

Muito bom o post!!Parabéns!!
Verdade se parassemos para pensar... se tivessem inserido essas recomendações, etc. Talvez teria mais chances para os mortos do TITANIC, as probabilidades de salvar as pessoas que morreram no naufragio serial maiores!

AIR SUPPLY EVOLUTION STAR disse...

Então, o operador do Carpathia mentiu feio, hein? Os passageiros do Titanic chegaram em NY a bordo do Carpathia mesmo e o Titanic NUNCA foi rebocado, até porque ele se partiu ao meio e está a 4 MIL metros de profundidade, não tem como tirá-lo de lá. Mais aten
ção aí com os textos, hein, xuxu? hahaha fui!!