sábado, dezembro 21, 2013

VÍTIMAS DO TITANIC MANIFESTAM-SE

VÍTIMAS DO TITANIC FALAM DO SEU FIM TRÁGICO 
Em 15 de Abril de 1912, o Titanic afundou levando quase 1500 passageiros à morte. Em 15 de Abril de 2012, Debbie Raymond-Pinet convidou as vítimas a voltarem e contarem as suas experiências traumáticas... e elas vieram. O resultado são as histórias por contar do Titanic num livro chamado "Intentional Spirits - Voices from the Titanic", uma saga de como uma medium lidou com uma multidão de espíritos que apareceu e como uma escritora os ajudou na sua libertação e o que eles precisavam dizer sobre o que sentiram no desastre. A partir de um navio afundado no abismo negro das profundezas do oceano, as vítimas do Titanic contam as suas histórias num verdadeiro e sincero relato de como sucumbiram a um dos maiores desastres do mundo. Um bonito jovem italiano parece sancionar os espíritos que vêm do outro lado, incluindo o de uma criança que passou cem anos à procura da sua mãe e do seu copo de leite que tomava sempre antes de dormir. Os ricos e os pobres, os jovens e os velhos regressam para contar como viveram neste mundo momentos antes de morrerem e como vivem ciclicamente os seus últimos momentos num navio afundado nas profundezas do oceano. É uma viagem comovente e convincente para aqueles que desejam regressar. Voltaire disse: "Aos vivos devemos respeito, mas aos mortos devemos a verdade." Intentional Spirits confirma a vida e a morte destas vítimas com uma veracidade não contaminada, tal como eles mesmos a relatam. Eles aparecem, em sua maior parte, em ordem cronológica, com excepção de alguns flashes que surgem em forma de imagens ou vozes, para indicarem as suas intenções. Como que por intenção divina, as suas classes sociais e nacionalidades são variadas. Após relatarem o desastre com as suas vozes, elas não são mais vítimas. De todas as pessoas que morreram, apenas alguns falam neste livro, alguns espíritos intencionais que, depois de um século, agora podem descansar em paz entre aqueles que ainda não a alcançaram. 
Sobre os autores: Bonnie Meroth passou 30 anos a trabalhar como jornalista, escritora de viagens e colaboradora em revistas, jornais, publicações internacionais, guias de viagem, livros e comentadora de televisão. Reside em Epping, New Hampshire, onde gere a sua empresa de relações públicas. Raymond-Pinet é uma medium psíquico dedicada à comunicação com os espíritos do outro lado e os que ainda estão presos neste mundo físico. Ela abre a mente e o espírito para ver o passado, o presente e o futuro para encontrar respostas e tirar lições positivas tornando-se professora e confidente de muitos dos que pereceram. Reside em Raymond, onde gosta de escrever, acampar e ler um bom livro.

2 comentários:

Jefferson disse...

Mario interessante essa curiosidade :D Abraços

David Guerra disse...

eu PRECISO ler esse livro!!!!