segunda-feira, fevereiro 04, 2008

RUBÁIYÁT
Segundo a lenda, uma cópia valiosíssima do poema árabe Rubáiyát de Omar Khayyám era transportada no Titanic. A quem pertenceria? Na lista de passageiros podemos encontrar claramente 79 pessoas cujo nome é herdado do árabe, mas fontes indicam que estavam 165 árabes a bordo do Titanic sobrevivendo apenas 38. Contudo no livro "Titanic - Women and Children First" oficialmente constavam 154 sírios no Titanic e destes 29 se salvaram: quatro homens, cinco crianças e vinte mulheres. Na sua larga maioria, todos embarcaram em terceira-classe excepto quatro em segunda-classe. Outros dizem que o livro era uma encomenda de um investidor judeu que o fez transportar no Titanic para o receber em Nova Iorque. O livro serviu de mote até para um jogo para computador Titanic Adventure Out Of Time. O Rubáiyát era maravilhoso de um valor inestimável, continha 1051 pedras semi-preciosas colocadas e era folheado a ouro de 18 kilates, era colorido com 5000 peças e os ornamentos em ouro de 22 kilates. Mais maravilhoso que o livro em si, eram os seus poemas alguns trechos serão públicados nos posts das semanas seguintes.

1 comentário:

Alencar disse...

Um tesouro perdido no fundo do oceano...

Parabéns pelo post...

Abraços...