segunda-feira, maio 08, 2006

TITANIC
por Jefferson Krüger
Capítulo XXVIII – A Última Chance
Na ponte, a água já está por cima de tudo. De repente, com a pressão externa, a água invade a cabine de comando, estilhaçando as vidraças, lavando tudo e todos que pudessem estar ali. William e Francis chegam ao convés superior. Eles são surpreendidos com chicotadas logo a sua frente. Cordas começam a cortar a água. A enorme chaminé frontal começa a entornar.
FRANCIS
- William olhe!
WILLIAM
- Vamos Fran, temos de subir a popa, temos de achar um bote para você.
Uma corda bate no rosto de Francis, armando um corte que derrama sangue.
FRANCIS (grita de dor)
- Ahh!!!
William se preocupa, mas mesmo assim a leva para longe dali.
A chaminé logo se desprende por um todo e, cai com tudo, esmagando muitas pessoas que ali nadavam. Momentos após, ela começa a afundar, formando um redemoinho, engolindo todos em sua proximidade para um “buraco negro e sem fim”, incluindo o instrutor do ginásio T.W. MacCawley. Um bote próximo é sugado, para desespero de seus passageiros, mas logo o medo passa, o redemoinho desaparece no imenso oceano junto com a grande chaminé.
Na cabine Van Shelstter, Baby ajusta o colete de Arthur e, esse faz o mesmo com o dela logo depois.
ARTHUR
- Precisamos sair daqui logo, o navio está se inclinado rápido demais, logo não poderemos mais sair.
BARBARA (beijando Arthur)
- Vamos.
Logo após a saída deles, uma cômoda cai sobre a cama que descem para o outro lado do quarto, se despedaçando pelo chão.
No corredor, eles ainda tem que se desviar de alguns carrinhos que estavam na recepção da grande escadaria, no convés A, onde Benjamin Guggenhein tomava seu brandy, que estava sobre um desses carros.
Passado o susto, eles vêem Benjamin sentado ao pé da grande escadaria tranqüilo bebendo. Eles tentam alertá-lo do perigo, mas é em vão. Ele continua sentado aguardando o fim. Logo entra no salão o senhor Astor, e logo atrás dele já adentra uma onda que o derruba e vem na direção deles.
BARBARA
- Vamos!
Eles sobem correndo as escadas. A onda leva Guggenhein, Astor e, outros que estavam ali, para longe. Desesperados eles correm contra o tempo, vão em direção ao convés.
BARBARA (desesperada)
- Os botes acabaram!

2 comentários:

Anónimo disse...

Great site lots of usefull infomation here.
»

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»