terça-feira, dezembro 13, 2005

CASOS ENGRAÇADOS
Entre os passageiros da “Segunda Classe” figuravam o pintor Samuel Ward Stanton, muito famoso na época, e o barão Alfred von Drachstedt, que considerou o padrão das acomodações bastante modesto e preferiu pagar a diferença de preço e transferir-se para o “Primeira Classe”. Sendo um dos sobreviventes do naufrágio, ele viu sua falsa nobreza ser desmascarada depois: o inquérito acabou provando que ele nunca fora barão, sendo meramente o Sr. Alfred Nournay.

2 comentários:

Alencar disse...

Muito legal o post Diego.
Fico imaginando a cara do sujeito quando foi desmascarado, hehehe.
PARABÉNS!!!!

Mario disse...

Há uma história que ele já no Carpathia estava deitado sobre um monte de cobertores e alguém que o viu ali deitado enquanto outros tremiam de frio o atirou para o chão e toda a multidão aplaudiu em conjunto. Ele tinha 20 anos, e perdera um guarda-roupa novinho, talvez fosse só isso que o preocupasse. Enfim...